Header Ads

Ricardo de Sá: «Fazer parte do "Terra Nova" foi um sonho tornado realidade»

Foto: Direitos Reservados
Atualmente podemos vê-lo nos cinemas, no papel de Tó Verde em Terra Nova, mas Ricardo de Sá é também um dos atores que integra o elenco de Para Sempre, a nova telenovela da TVI que estreia a 8 de novembro. O Fantastic esteve à conversa com o ator sobre os dois projetos de ficção que estão atualmente em destaque no pequeno e no grande ecrã.

"Fazer parte deste projeto Terra Nova foi maravilhoso. Com a minha idade, integrar um filme tão interessante sobre um tema tão importante, filmado em alto mar, com todos os perigos que isso representou, foi um sonho tornado realidade. Mas esta rodagem também provocou uma adrenalina própria de quem está tão feliz como eu estava, motivado e entusiasmado, rodeado de colegas muito talentosos, quer sejam atores ou equipa técnica, realizador, diretor fotografia e produtores", começa por explicar o ator.

Com estreia prevista para 2020, Terra Nova viu a sua chegada ao cinema adiada um ano e meio, devido à pandemia. Por este motivo, a série homónima, exibida pela RTP1 no verão do ano passado, acabou por ser exibida primeiro, algo que não estava inicialmente previsto. "Este filme era para estrear antes da série, mas a pandemia trocou tudo e estreámos a 28 de outubro", continuou Ricardo de Sá, que considera que os dois formatos se complementam. Para o jovem ator, este filme merece ser visto no cinema porque "tem planos maravilhosos e uma banda sonora incrível".

"A série exibida pela RTP, que está disponível na HBO Portugal e que ganhou o Prémio Sophia, também foca a vida dos pescadores em terra, nas suas aldeias, com as suas famílias. Filmada na Nazaré e Ílhavo aborda os dilemas dos pescadores que vão para o mar, o sofrimento que representa para eles e para as famílias, a vida difícil dos pescadores", explica Ricardo de Sá, que na trama interpreta a personagem Tó Verde.

"O 'meu' Tó Verde também se divertia, como é próprio dos jovens", conta-nos o intérprete, acrescentando que "o filme traz-nos as mesmas personagens num contexto diferente", uma vez que no mar acompanhamos a sua viagem "e os conflitos que vão acontecendo entre os homens que estavam seis meses juntos confinados ao bacalhoeiro" que os levou até à Noruega. "Eram verdadeiros heróis esses homens!", remata.

O filme já foi selecionado para alguns festivais, tendo sido premiado no Soho Film Festival, em Nova Iorque, na categoria de Melhor Elenco. "As distinções e prémios são sempre importantes e bem vindos pois é o reconhecimento do trabalho. Ajuda a divulgar e quiçá a trazer outras oportunidades", acredita Ricardo de Sá. "Para mim ainda me dá mais motivação e entusiasmo em fazer cada vez melhor o meu trabalho. E obviamente pensar em integrar outros filmes no futuro", continua.

https://antoniorocha.net/wp-content/uploads/2019/06/re_LOOK3_02.jpg
Foto: Direitos Reservados

A partir do dia 8 de novembro, poderemos ver Ricardo de Sá de volta à televisão, desta vez na telenovela Para Sempre, onde interpreta a personagem Ruca. "Ele vai ser uma caixinha de surpresas para o público. Até para mim foi e ao longo da trama vão descobrir-se coisas sobre ele muito interessantes. Digamos que é um pacato jovem agricultor do Gerês com segredos por desvendar. Aliás, convido o público a descobri-los", conta-nos Ricardo de Sá.

Sobre a participação desta trama escrita por André Ramalho, o ator destaca a qualidade de Para Sempre e adianta que a novela "tem personagens fora do comum e que vão trazer suspense à trama", acreditando que a mesma vai conquistar o público. "Todos os projetos são diferentes, nesta novela gravámos no Gerês e Braga locais de uma beleza extrema, com uma ótima equipa de trabalho e colegas mto talentosos. Estreamos após terminarem as gravações e, tal como no cinema, quando se faz um filme, ou numa série, não tivemos qualquer reação do público ao longo das gravações mas acredito que ser um sucesso enorme", continua.

"A música é outra paixão, é um desafio que me proponho e que me dá prazer. Já fiz boas musicas que tiveram boa aceitação do público e passam na rádio e em novelas e tenho outras na gaveta prontas a serem gravadas. Sou ator, a minha principal atividade profissional que nutro muita paixão e fazer músicas e dar concertos não é incompatível. Tudo tem o seu espaço", revela-nos Ricardo de Sá, não fechando por isso as portas ao mundo da música. 

O ator que regressou à faculdade o ano passado, promete "boas novidades" para breve a nível profisisonal, que a seu tempo serão reveladas. "Em tudo o que me meto é para levar adiante, sou dedicado e obstinado em dar o meu melhor. Eu sou daqueles que gosto de estar sempre ocupado de me desafiar", remata Ricardo de Sá.