Header Ads

“O Som Que Desce Na Terra” estreia a 4 de novembro nos cinemas

Foto: Direitos Reservados

O Som Que Desce Na Terra é o filme que traz de volta Sérgio Graciano aos cinemas portugueses. Depois de ter sido adiado mais de um ano, devido à pandemia, a mais recente história do realizador ganha agora uma nova data de estreia oficial. Será a 4 de novembro de 2021 que os portugueses poderão assistir à película, cuja narrativa se passa entre Angola e Portugal, nos anos de 1970. A data de estreia foi confirmada pelo realizador nas redes sociais.
 
Gabriela Barros dá vida a Maria da Luz, a figura central de O Som Que Desce Na Terra, uma mulher que aguarda notícias do marido, enquanto este defende a bandeira portuguesa na guerra do Ultramar. Depois de muito tempo sem novidades, e no meio da solidão e angústia por não saber em que condições se encontra o seu amor, Maria da Luz toma uma decisão que promete mudar a sua vida. 
 
No meio de uma Angola que está envolvida na guerra, esta mulher decide gravar mensagens de apoio de mães para filhos e esposas para maridos, servindo de conforto ao sofrimento provocado pelos danos colaterais da guerra.  Na história, que não será,  Maria da Luz avança nesta demanda com dois objetivos muito vincados. 
 
O primeiro será reencontrar o seu esposo, enquanto o segundo será a missão de acalmar a dor de todos aqueles a quem a guerra levou alguém. A jornada trará testemunhos que vão revolucionar a vida da mulher até que cumpre um dos seus objetivos: voltar a encontrar o seu marido. Porém, a realidade nem sempre é exatamente como esperamos e o ex-combatente não será a mesma pessoa de quem se despediu antes.

Com produção da Caos Calmo Filmes e distribuição da Coyote Vadio, o argumento conta com a assinatura de Filipa Poppe e Joana Andrade. Para além de Gabriela Barros, o elenco conta ainda com José Condessa, Joaquim Horta, Lourenço Conde, Margarida Marinho, Guilherme Oliveira, Rita Tristão, Samuel Alves, João Jesus, Vicente Wallenstein, Joana Seixas, José Raposo, Tiago Retré, Catarina Couto, Gonçalo Carvalho, Isaac Alfaiate, Rui Melo, João Vicente e Miguel Costa, entre outros.