Header Ads

Ivo Canelas regressa à RTP1 na série "Causa Própria”

https://www.nit.pt/wp-content/uploads/2019/09/32f0b986bd4cc76a08ca2236359f6d0a.jpg
Foto: Direitos Reservados

Ivo Canelas é uma das caras que integra o elenco de Causa Própria, o novo drama judicial da RTP criado por Rui Cardoso Martins e Edgar Medina e realizado por João Nuno Pinto. Ainda sem data de estreia anunciada na antena do canal público, a série produzida pela Arquipélago Filmes vai marcar o regresso do ator ao pequeno ecrã, depois de ter dado corpo ao Pastor Santoro em Sul e de ter participado em O Mundo Não Acaba Assim no papel de Alberto.

Ivo Canelas veste a pele de Vítor nesta nova aposta da RTP que conta com Margarida Vila-Nova como protagonista. O projeto reúne algumas das caras que fizeram parte do elenco de Sul, além de Ivo Canelas e Margarida Vila-Nova, Causa Própria conta com Nuno Lopes, que dará vida a Mário. No universo judicial construído neste enredo Luís Lucas veste a pele do juiz Tomé, num elenco que inclui ainda Maria Rueff, Gonçalo Waddington, Catarina Wallenstein, Joana Bárcia, Afonso Laginha e Sílvia Chiola.

Causa Própria acompanha a história de Ana Martins, uma juíza de uma pequena cidade que se vê a braços com um caso de homicídio que promete colocar em causa muito daquilo em que acredita. Com o próprio filho implicado neste crime, Ana terá de lidar com as várias questões que prometem colocar em cheque muitas das suas opiniões, crenças e ideias. 

 

Enquanto este arco serve de fio condutor à narrativa, em cada capítulo vamos acompanhando vários casos de justiça livremente adaptados das crónicas de Levante-se o Réu, publicadas por Rui Cardoso Martins no Jornal de Notícias, que resultaram na publicação de dois livros. O projeto é fruto de um trabalho de vários anos levado a cabo por Rui Cardoso Martins e Edgar Medina que contam com Guilherme Mendonça e Elsa Sequeira Santos na equipa de argumentistas. Causa Própria deverá ser uma das primeiras estreias de 2022 na linha de ficção do canal público.