Header Ads

Miguel Amorim dá voz a “Love, Death & Robots” na Netflix


Miguel Amorim continua a progredir na sua carreira internacional. Depois do sucesso em The One, onde deu vida a Fábio Silva, e que marcou o pontapé de saída do ator em projetos além fronteiras, o artista volta a colaborar com a Netflix, desta vez emprestando a voz a OXO na segunda temporada da animação Love, Death & Robots. O projeto chega ao catálogo no próximo dia 14 de maio depois de uma primeira leva de capítulos em 2019. David Fincher e Joshua Donen são os produtores executivos deste projeto que conta com o argumento de Tom Miller e Robert Valley.

A antologia de animação conta uma história em cada episódio com vários temas a servirem de fio condutor às animações de vinte minutos. No arranque da primeira temporada, a série vai até ao futuro numa realidade distópica em que os recursos são controlados pelos ricos e o mundo vive sob um apertado controlo de natalidade, chegando mesmo a ser proibida a criação de crianças que não sejam aprovadas pelo estado. Contudo, um dos polícias responsáveis por fazer o controlo dessas situações acaba por encontrar um conflito de consciência durante um dos seus serviços, lançando a discussão que acompanha todo o primeiro capítulo do segundo ano de Love, Death & Robots.

Anthony Mark Barrow, Michelle C. Bonilla, Sami Amber, Time Winters e James Preston Rogers compõem o restante elenco de vozes ao lado do ator português que soma, assim, mais uma colaboração com a gigante do mercado do streaming

Miguel Amorim foi um dos destaques da adaptação para os ecrãs do livre The One de John Marrs, dando corpo ao irmão do protagonista da série, vivido por Albano Jerónimo. Atualmente em cena com a peça Hamlet no Teatro Experimental de Cascais, o ator português será, também, um dos protagonistas de O Esqueleto, um dos próximos telefilmes da série Trezes da RTP produzidos pela Marginal Filmes.