Header Ads

“Pecado” é aposta da TVI para a reentré televisiva

Pecado é uma das apostas da ficção da TVI que chegará aos ecrãs em breve, a minissérie de seis episódios da autoria de Maria João Costa promete abordar o tema do voto de celibato dos padres, num romance que vai acrescentar conhecimento ao público com um leque de atores consagrados a dar vida aos protagonistas desta história. Num regresso ao universo das séries, a estação de Queluz de Baixo vai apresentar esta produção com a chancela da produtora Maria&Mayer durante a próxima reentré televisiva.  

“Fiz estas duas séries, o ‘Pecado’, que vai estrear por setembro, ainda não está definido, mas acho que é para aí em setembro, e esta para a RTP, ‘Até Que a Vida Nos Separe’, que está no ar às quartas-feiras”, revelou Lourenço Ortigão, que na minissérie da TVI vai dar corpo a Filipe, em entrevista ao Cara Podre da RFM. O ator divide cena com Diogo Infante, Daniela Melchior, Pedro Lamares, Marcantónio Del Carlo, Ricardo Barbosa, Vítor Andrade, Guilherme Filipe, Lourenço Seruya, Ana Lopes, Fernando Luís e Dalila Carmo que nas redes sociais também já aguçou a curiosidade do público. “Ainda falta para a estreia de ‘Pecado’ mas a Rosa anda à espreita”, referiu a atriz que vai assumir um dos principais arcos da história.

Nas palavras da autora Maria João Costa, Pecado vai aprofundar a questão e apresentar um pouco da hipocrisia que paira sobre o tema. É uma história atual, que pretende lançar a discussão sobre a obrigatoriedade do voto de celibato dos padres. Por que a Igreja lhes exige isso, quando o celibato nem sequer é um dogma de fé da Igreja? Existe muita hipocrisia à volta desse tema, por causa dessa proibição. São quantas as histórias de padres que, afinal, se relacionam com mulheres? Padres com filhos não reconhecidos? Padres envolvidos em todo o tipo de escândalo de natureza sexual?”, estas são algumas das questões que a argumentista levanta na história e que apresentou em conversa com o site Selfie.

Vencedora de um Emmy Internacional de Melhor Telenovela pela história de Ouro Verde, Maria João Costa já prepara novas séries e ainda uma nova telenovela, que será a quarta história deste género em parceria com a TVI, depois de Valor da Vida e Amar Demais, que ainda pode ser acompanhada todas as noites nos ecrãs do canal Quatro. Os projetos da autora passam, também, pelo cinema, com Maria João Costa a trabalhar num argumento que terá como pano de fundo uma história secreta de Amália Rodrigues, baseada numa investigação do jornalista Miguel Carvalho que deu origem ao livro Amália