Header Ads

“Mal Viver”: Novo filme de João Canijo terá edição para televisão


Em Ofir, no concelho de Esposende, João Canijo grava as últimas cenas de Mal Viver, a sua próxima longa-metragem que deverá chegar às salas de cinema em 2022. De acordo com o site Cinema7Arte, a trama vai contar ainda com uma edição criada para a televisão, com o título de Linha de Água, que deverá chegar aos ecrãs da RTP no próximo ano e expandir a história que vamos encontrar no filme. 
 
Com produção da Midas Filmes, a película promete explorar o papel de mãe e as relações de afeto entre a família. Cinco mulheres herdam um hotel, e sem se conseguirem desfazer da propriedade lutam todos os dias para que o negócio não caia na ruína. Enquanto lutam pela estabilidade do hotel vivem um “conflito antigo e irresolúvel”, avança o jornal Público, com muitas conversas que foram adiadas e muito que fica por dizer no seio de uma família. 
 
De acordo com o realizador esta será uma história sobre mães que não conseguem amar as filhas, que por sua vez não conseguem ser mães”, onde a chegada de uma mulher mais nova ao hotel promete trazer à tona essas discussões que perpetuam no tempo e que foram constantemente adiadas pelos personagens principais de Mal Viver.

Rita Blanco, Anabela Moreira, Cleia Almeida, Nuno Lopes, Beatriz Batarda e Rafael Morais voltam a repetir a parceria com João Canijo depois de projetos como Sangue do Meu Sangue ou Fátima, num elenco que conta ainda com Lia Carvalho, Filipa Areosa, Vera Barreto, Leonor Silveira, Carolina Amaral, Madalena Almeida e Leonor Vasconcelos. O som do filme é da responsabilidade de Tiago Raposinho, com imagem de Leonor Teles e a direção de arte de Nádia Henriques.