Header Ads

Ricardo Sá será Ruca em “Para Sempre”

Quatro anos depois de ter dado vida a Bruno Borralho em A Única Mulher, o ator e músico Ricardo Sá está de volta aos ecrãs da TVI e ao elenco fixo de uma novela. O regresso está previsto para a nova aposta da ficção nacional do canal de Queluz de Baixo, que tem o título de Para Sempre. Da autoria de André Ramalho, responsável pelo sucesso A Teia, as gravações da nova trama arrancaram ontem, dia 1 de fevereiro, com o interprete a iniciar a sua aventura como Ruca, um rapaz que define de acordo com a música que se tornou um clássico dos desenhos animados: “Tenho muito tino sou o Ruca”, brinca o artista em conversa com o nosso site.

Neste seu regresso à ficção nacional a longo prazo, o ator não se coíbe de elevar as expectativas e garante-nos que o produto que chegará aos ecrãs da TVI em breve está repleto de qualidade. O público pode esperar a melhor novela de sempre, com um grande elenco e está mesmo muito bem escrita”, adianta o ator que iniciou as gravações esta segunda-feira, dia 1 de fevereiro, numa fase em que Portugal enfrenta o segundo confinamento como medida de segurança no combate à COVID-19. A equipa de realização, direção de projeto, técnicos, diretores de atores, estão a dar tudo para entregar um grande produto e eu sinto que esta novela vai conquistar o seu pódio. Estamos a construir algo em grande. É uma grande aposta da TVI que vai acompanhar e entreter os portugueses numa fase mais difícil”, afirma ao Fantastic.

As medidas de contingência têm dado trabalhos redobrados às produções, mas em Para Sempre, Ricardo Sá garante-nos que toda a equipa está a ter muito cuidado e a encarar o projeto com a maior responsabilidade possível”, para que todo o calendário de gravações desta história de amor e vingança possa ser cumprido e chegue de acordo com as datas previstas aos ecrãs dos portugueses que se vão deliciar com as paisagens da cidade de Braga e do Gerês enquanto acompanham a jornada do protagonista Pedro Valente, interpretado por Diogo Morgado.

De regresso ao canal onde se estreou em Morangos com Açúcar, o intérprete não podia estar mais feliz e conta-nos como recebeu o convite para integrar o elenco. Recebi da melhor maneira possível e imaginária! Através de um telefonema e um presente de Natal antecipado. O mais importante nesta altura pra além de saúde é sem dúvida estabilidade laboral”, adianta, confessando que aproveitou o tempo de ausência das novelas para se dedicar a outras áreas da representação, tal como o público pôde ver nas longas-metragens O Fim da Inocência, de Joaquim Leitão, e na epopeia Terra Nova, da responsabilidade de Artur Ribeiro e Joaquim Leitão.

Há quatro anos que não fazia novela mas tive a oportunidade de fazer e explorar outras áreas como o teatro, cinema internacional, séries e música. Eu nasci como artista na TVI e o fazer novela, gravar várias cenas por dia, a adrenalina e ambiente de estúdio diário está no meu ADN com a escola dos morangos. Estar e fazer parte da televisão é o meu habitat natural. Agora, passado uns anos regresso mais forte e com mais maturidade e pronto pra dar tudo e não desiludir quem acredita no meu potencial”, refere o artista sem esconder a gratidão a todas as pessoas que tornaram possível o regresso ao canal de Queluz de Baixo.

Um amor de adolescência interrompido por um crime do passado dão o mote à trama que acompanha o regresso de Pedro Varela para reconquistar Clara, a mulher que agora está casada com o seu melhor amigo. André Ramalho é o responsável pelo argumento que tem a Direção de Projeto de Francisco Antunez. Inês Castel-Branco, Diogo Morgado e Pedro Sousa lideram um elenco que conta ainda com Maya Booth, Marina Mota, António Capelo, Carmen Santos, Inês Aires Pereira, Sofia Grilo, Luís Esparteiro, Sara Prata, Sílvia Chiola, Pedro Almendra, Rodrigo Tomás, Rui Melo, Matilde Breyner, Paulo Pires, Patrícia Tavares e Susana Mendes. A estreia está prevista para o segundo trimestre de 2021.