Header Ads

“Ilha de Cristal”: Naufrágio em Rabo de Peixe é o tema de nova série da RTP e SPi

A parceria entre a RTP e a produtora SPi vai trazer-nos em 2021 a segunda temporada de Auga Seca, a série Glória e a aposta Chegar a Casa. Contudo há mais um projeto em fase de pré-produção previsto para arrancar filmagens ainda este ano. Ilha de Cristal é o título que se junta aos projetos já anunciados e contará com a co-produção da produtora inglesa Born Wild. A trama leva-nos numa viagem até Rabo de Peixe, na ilha de São Miguel, para contar um drama sobre tráfico de droga com eventos reais como pano de fundo.

Em junho de 2001, Tudo, um veleiro modelo Sun Kiss 47, naufragou na costa açoriana deixando um rasto de mais de uma tonelada de cocaína pela vila de Rabo de Peixe. Seguiu-se uma corrida da população aos pacotes que boiavam na água, enquanto a poluição se alastrava criando um verdadeiro cemitério de droga na costa açoriana. Às consequências ambientais juntaram-se as sociais, com o consumo de droga até então residual a aumentar consideravelmente num sistema de compra e venda que afetou de forma irreversível a vida na vila da ilha de São Miguel.

Em Ilha de Cristal, que contará com a parceria da distribuidora internacional Ecco Rights, ficção e realidade voltam a cruzar caminho num enredo em que o tráfico de droga servirá de pano de fundo para um debate sobre cidadania. A produção não tem, ainda, elenco ou equipa de argumentistas revelado e encontra-se em fase de pré-produção, esperando-se que chegue à antena da estação pública apenas em 2022. Esta é a terceira trama da SPi com base em factos reais, juntando-se a Glória, da RTP e Netflix, e Viúva Negra, que conta com a assinatura de Patrícia Müller numa produção exclusiva da OPTO SIC.