Header Ads

"Os Conselhos da Noite" chega às salas de cinema

http://www.comumonline.com/wp-content/uploads/2020/09/2-2.jpg

A noite como local de excessos mas também como espaço de fuga aos problemas do quotidiano é o tema de fundo que José Oliveira pretende trazer em Os Conselhos da Noite, numa longa-metragem que pretende homenagear a terra natal do realizador, Braga, nesta que é o primeiro filme com a ação passada na cidade. O projeto que foi apresentado no Fantasporto chegou às salas de cinema do nosso país na última quinta-feira, dia 17 de setembro.

Desiludido com o seu passado, Roberto, um jornalista que já não está no ativo, deixa o Alentejo e o seu emprego no campo para regressar à sua cidade de origem. Ao chegar a Braga entende que tudo está diferente e acaba por conhecer uma nova vida na terra que sempre foi sua. Muito mais cosmopolita e com vários espaços de diversão noturna à disposição, o homem acaba por enveredar num caminho de autodestruição ao mesmo tempo que tenta apagar as suas preocupações.

«Li o guião, encontrámo-nos para uma conversa e foi aí que percebi a sua visão e entusiasmo, a sua abertura a sugestões, e tudo começou. Foi uma real troca de ideias, que se efetivaram na rodagem do filme com cumplicidade», é assim que Tiago Aldeia, que veste a pele do protagonista, relata em entrevista ao SapoMag o seu envolvimento inicial neste projeto de José Oliveira.

O ator que está no ar atualmente em Nazaré, na SIC, avança, ainda na mesma entrevista, que a experiência deste seu Roberto não está longe da realidade do público. «Acho que todos nós, em algum momento da nossa vida, com maior ou menor intensidade, tentamos resolver alguma questão emocional com esse tipo de escapes, esses “pensos rápidos”», considera Tiago Aldeia.

Depois de seis curtas-metragens, Os Conselheiros da Noite é a primeira película de longa duração do realizador bracarense. O elenco encabeçado por Tiago Aldeia conta ainda com Marta Carvalho, Arlete de Sousa e Adolfo Luxúria Caníbal. O vocalista dos Mão Morta tem nesta fita a sua estreia num filme de maior duração depois de várias experiências em curtas metragens. Adolfo veste a pele de Vicente na obra tem argumento assinado pelo diretor José Oliveira em parceria com João Palhares e que já pode ser vista numa sala de cinema perto de ti.