Header Ads

Tempo de Leitura | "A Corrente", de Adrian McKinty




Porque queremos contribuir para o teu prazer pela leitura ou, quem sabe, despertá-lo, o Fantastic apresenta-te, todas as semanas, uma sugestão diferente. 
Em semana de quarentena, isolamento e estado de emergência, aqui fica este desafio.



Resultado de imagem para a corrente adrian mckinty




PORQUE ESCOLHI ESTE LIVRO

Acho que é um bom livro para mexer com as emoções, sobretudo daqueles que têm filhos e, ao mesmo tempo, um desafio a todos os leitores para, no lugar daquelas personagens, encontrar uma forma de quebrar A Corrente.
Da mesma forma que, na vida real, estamos a fazer o nosso melhor para nos protegermos, e àqueles que amamos, deste vírus que nos quer derrubar mas que, com sorte, não nos irá vencer porque, antes, vamos nós quebrá-lo.



SINOPSE

A manhã começa normalmente. Rachel Klein deixa a filha, Kylie, na paragem de autocarro e segue a sua rotina diária. Mas um telefonema a partir de um número desconhecido para o seu telemóvel muda tudo. Do outro lado da linha, está uma mulher a avisá-la de que tem Kylie em seu poder, no banco de trás do seu carro, e que Rachel só voltará a ver a filha se pagar um resgate… e raptar outra criança.

A mulher diz-lhe que é mãe de um rapazinho que foi também raptado e que, se Rachel não fizer exatamente o que ela lhe diz, o menino morrerá e Kylie também. Rachel faz agora parte da Corrente, um esquema aterrorizador que transforma os pais das vítimas em criminosos - e que, ao mesmo tempo, deixa alguém muito rico.

Rachel é uma mulher comum mas, nos dias que se seguem, vai ultrapassar limites até aí inimagináveis. Terá de fazer escolhas morais impossíveis e praticar coisas terríveis. A Corrente é implacável e totalmente anónima. As suas regras são simples: entregar o dinheiro exigido, encontrar uma vítima e, a seguir, cometer um ato abominável que nunca passaria pela mente de uma pessoa comum.

Os cérebros por trás da Corrente sabem que os pais farão qualquer coisa pelos seus filhos. Mas o que eles não sabem é que podem finalmente deparar-se com alguém à sua altura. Rachel é inteligente, determinada e uma sobrevivente. Será ela a pessoa capaz de quebrar a Corrente?



DETALHES

Edição ou reimpressão: 03-2020
Editor: Editorial Presença
Idioma: Português
Páginas: 368
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Policial e Thriller



SOBRE O AUTOR

Adrian Mackinty nasceu e cresceu em Belfast, na Irlanda do Norte, durante o período atribulado vivido naquela região nas décadas de 1970 e 1980. 
É autor de vários romances vencedores de prémios literários, entre os quais o Edgar Award, o Ned Kelly Award, o Barry Award e o Anthony Award. É crítico literário dos jornais The Sydney Morning Herald, The Irish Times e The Guardian.