Header Ads

"Vivarium Festival" regressa ao Porto de 28 a 30 de março

Foto: Chih peng Lucas Kao / Direitos Reservados

O Vivarium Festival está de volta ao Porto, de 28 a 30 de março, para refletir sobre o impacto da tecnologia nas artes e na sociedade. A edição de 2019 do evento conta com cerca de 30 propostas e mais de 40 artistas.

Ao longo dos três dias, o Maus Hábitos, o Cinema Passos Manuel, a Ateneu Comercial e a Reitoria da Universidade do Porto - Biblioteca do Fundo Antigo recebem este evento, cuja edição de 2019 tem como tema “Inteligência Natural, o que as Inteligências Artificiais (IA) ainda não podem fazer?”.

A segunda edição do Vivarium Festival pretende questionar as convergências e divergências entre Inteligência Natural e Inteligência Artificial. Numa época em que se especula intensamente sobre as capacidades das IA criarem, Maus Hábitos e Saco Azul convidam artistas e pensadores a questionarem o que é realmente específico do vivo. Integrando eventos que vão da música à performance, do pensamento às artes visuais e new media, o Festival assinala ainda uma programação especial de celebração dos 18 anos do Maus Hábitos.


Na programação musical, Tim Hecker, Elizabeth Brown, Proc Fiskal, Ricardo Dias, Magna Ferreira,  Yannick Hofmann, Stereoboy e BLEID são alguns dos destaques. As artes visuais e new media ocuparão todo o espaço do Maus Hábitos, num conjunto de propostas que respondem a dois eixos programáticos. 

O programa de Performances intitula-se “Uma corda estendida entre o animal e o super-homem, uma corda sobre o abismo” em referência a Nietzsche para ilustrar a especificidade da inteligência da espécie humana, que se distingue das IA por ser uma consciência viva, entre a animalidade que a constitui e as representações que constrói. 

O Vivarium integrará ainda duas conferências: E—X—S—I -  Encontro Expressões entre o Som e a Imagem, e a Conferência: Criar conceitos - Seguir regras: Um diálogo improvável entre Deleuze e Wittgenstein, com participações de Charles Travis (USA/PT); Jean-Claude Dumoncel (FR); Catarina Pombo (PT); João Ribas (PT); Francisco Santos (PT) e moderação de Sofia Miguens. A programação conta também com o workshop Enraizar para Virtualizar, de Isabel Valverde e Senses Places, uma oportunidade para os participantes dançarem com avatares e que culmina numa Performance Participativa em Realidade Mista.

Poderás obter mais informações sobre o preço de bilhetes para cada um dos blocos programáticos, assim como os horários de todos os eventos, no site www.vivariumfest.com

Sem comentários