Header Ads

"Raiva" é o grande vencedor dos Prémios Sophia 2019. Eis a lista com todos os premiados da cerimónia

Foto: Tellers
Realizou-se este domingo, dia 24 de março, a 7ª cerimónia de entrega dos Prémios Sophia, os prémios da Academia Portuguesa de Cinema que distinguem o que melhor se faz na sétima arte em Portugal. Raiva, de Sérgio Tréfaut foi o grande vencedor da noite, ao arrecadar seis estatuetas, incluindo a de Melhor Filme, Melhor Ator e Melhor Atriz.

Raiva é uma adaptação do romance "Seara de Vento", de Manuel da Fonseca, que tem como tema a violência no Alentejo dos anos 50, quando, nos campos fustigados pelo vento e pela fome, a violência explode de repente e vários assassinatos a sangue frio têm lugar numa só noite.

Nomeado para nove prémios, Raiva venceu nas categorias de Melhor Filme, Melhor Ator e Atriz principais - Hugo Bentes e Isabel Ruth - Melhor Ator Secundário - Adriano Luz -, Melhor Argumento Adaptado e Melhor Fotografia. Já o prémio de Melhor Realização foi entregue a António-Pedro Vasconcelos, pelo filme Parque Mayer.

Soldado Milhões, Cabaret Maxime, O Labirinto da Saudade, ou Djon Africa foram outros dos filmes premiados durante a cerimónia, que terminou sem nenhum prémio para Pedro e Inês, nomeado em dez categorias. Já na categoria de Melhor Série ou Telefilme foi Sara, de Bruno Nogueira, que levou o Sophia para casa.

Todas as fotografias da noite, divulgadas pela Academia Portuguesa de Cinema estão disponíveis aqui. A gala completa pode ser vista na RTP Play, clicando aqui.

Conhece agora a lista completa de vencedores:

Melhor Filme: “Raiva”

Melhor Realização: António-Pedro Vasconcelos – “Parque Mayer”

Melhor Atriz Principal: Isabel Ruth – “Raiva”

Melhor Ator Principal: Hugo Bentes – “Raiva”

Melhor Atriz Secundária: Ana Bustorff – “Ruth”

Melhor Ator Secundário: Adriano Luz – “Raiva”

Melhor Argumento Adaptado: Sérgio Tréfaut, Fátima Ribeiro, adaptado da obra Seara de Vento de Manuel da Fonseca – “Raiva”

Melhor Argumento Original: Jorge Paixão da Costa e Mário Botequilha – “Soldado Milhões”

Melhor Documentário em Longa-Metragem: “O Labirinto da Saudade”, de Miguel Gonçalves Mendes

Prémio Sophia Estudante: “Terra Ardida”, de Francisco Romão – ETIC

Melhor Série/Telefilme: “Sara”, de Marco Martins – Ministério dos Filmes

Melhor Direção de Fotografia: Acácio de Almeida – “Raiva”

Melhor Canção Original: “Cudin” - Composição por Miguel Moreira aka Tibars e Vasco Viana – “Djon África”

Melhor Banda Sonora Original: Manuel João Vieira – “Cabaret Maxime”

Melhor Montagem: João Braz – “Soldado Milhões”

Melhor Maquilhagem e Cabelos: Abigail Machado e Mário Leal – “Parque Mayer”

Melhor Guarda Roupa: Maria Gonzaga – “Parque Mayer”

Melhor Som: Pedro Melo, Branko Neskov, Ivan Neskov e Elsa Ferreira – “Soldado Milhões”

Melhor Direção Artística: Joana Cardoso – “Soldado Milhões”

Melhores Efeitos Especiais/Caracterização: Filipe Pereira e Manuel Jorge – “Soldado Milhões”

Melhor Documentário em Curta-Metragem: “Kids Sapiens Sapiens”, de António Aleixo

Melhor Curta-Metragem de Ficção: “Sleepwalk”, de Filipe Melo

Curta-Metragem de Animação: “Entre Sombras”, de Mónica Santos e Alice Guimarães

Sem comentários