Header Ads

Saídos da Rádio | Xerife


Os Xerife nasceram em abril de 2014, oriunda de Salvaterra de Magos, que conta com dois EP's editados até ao momento. A banda aceitou o nosso convite e estão nesta edição do "Saídos da Rádio" para dar-se a conhecer um pouco melhor.

Quem são os Xerife?
Os Xerife são uma banda do ribatejo, que reúne cinco pessoas com gostos muito díspares entre si: Laura Macedo (voz), Marcelo Silva (guitarra), Cláudio Marques (bateria), Zé Ganchinho (baixo) e Peka (teclas).

Como é que nasceu este projeto musical?
Este projeto nasceu da necessidade de criarmos as nossas próprias músicas. Já existíamos (e continuamos a existir), enquanto banda de covers, mas sempre gostámos mais de compor e de escrever os nossos próprios temas e de querermos deixar a nossa pegada na história do rock nacional.

Apesar de serem uma banda de rock português, os Xerife acabam por abranger diversos estilos musicais. Isso deve-se a uma diversidade de referências musicais dos vários membros da banda?
Sim, não nos cingimos ao rock puro e duro. Embora mantenhamos o som cru do rock, vamos buscar outras influências às inúmeras referências musicais que cada um de nós tem. Basicamente, tentamos fazer com que os gostos de cada um se reflitam no nosso próprio som. A maior parte das vezes não é tarefa fácil.


O vosso primeiro trabalho foi o EP homónimo, editado em 2014, ano em que a banda se formou. Como é que os Xerife foram acolhidos, na altura, no meio musical, e que impacto teve este EP entre o público?
Fomos muito bem acolhidos, embora o impacto não tenha sido tão grande como queríamos. É sempre difícil quando somos uma banda independente, tentar furar pelos meandros do mundo da música. Mas, mesmo assim, conseguimos um showcase na RDP, fomos à RTP e passámos e continuamos a passar em algumas rádios locais.

Ao mesmo tempo que assistimos a uma tentativa de internacionalização de muitos artistas/ bandas que optam, inclusive, por cantar em inglês, verificamos que há também cada vez mais artistas portugueses a optar por cantar em português. É o vosso caso?
Sim. Quando criámos os Xerife era ponto assente de que seria, exclusivamente, em português. O que não impede a internacionalização. O fado tem aberto algumas portas nesse sentido. É um caminho que pretendemos fazer.

“Histórias” é o nome do vosso segundo EP de originais, e também de um dos singles que dele faz parte. Que histórias têm os Xerife para contar ao público?
Os Xerife têm muitas histórias para e por contar. Essencialmente, falamos de pessoas, de sentimentos, daquilo que somos enquanto seres sociais. Pretendemos despertar pensamentos, mudar atitudes.

O videoclip desse single transporta-nos para o mundo dos livros. Os livros são outra das vossas paixões?
Sim, principalmente da Laura (vocalista). Os livros, tal como a música, têm o poder de nos transportar para outros lugares. Fazem-nos viver histórias infindáveis sem sairmos do lugar.

“Ter e Não Ter” é outro dos temas do segundo EP. O que é que os Xerife já têm, e o que é que ainda pretendem alcançar a nível musical?
Já temos temas que conseguem chegar às pessoas e despertar emoções e trabalharemos sempre para melhorar cada vez mais. Falta-nos um empurrãozinho para que esses temas passem a ser conhecidos do grande público. Pretendemos alcançar os grandes palcos nacionais.



Desde a vossa formação, já pisaram diversos palcos, e partilharam alguns deles com artistas conceituados do panorama musical português. Destacariam algum desses momentos como particularmente especial para a banda?
Sem dúvida que a abertura do concerto de Amor Electro foi um dos momentos mais marcantes. Para além da responsabilidade de abrir uma grande banda, tivemos a oportunidade de ouvir os conselhos de quem já anda nisto há algum tempo e que chegou ao topo pela persistência.

A Laura, vocalista da banda, participou no programa The Voice Portugal. Embora esteja a concorrer a nível individual, consideram que esta participação será uma mais-valia para a banda?
Sim, claro. Foi com esse objetivo que ela se inscreveu no programa. É uma forma de fazer com que os Xerife sejam conhecidos por mais pessoas.

De que forma é que o público vos pode acompanhar? 
O público pode seguir-nos no facebook, instagram, youtube e twitter. Basta procurarem por XerifeOficial. Sempre que tivermos concertos agendados, serão divulgados nas nossas redes sociais.

Saídos da Rádio - T4 | Edição 4
Outubro  de 2017
Entrevista: Marta Segão

Sem comentários