Header Ads

Amar Demais e Quando Amar é Pecado são as novas apostas da TVI


Apesar dos vários projetos de ficção continuarem parados surgem agora novidades para os próximos meses. Amar Demais e Quando Amar é Pecado contam com a autoria de Maria João Costa, que assinou os argumentos de Ouro Verde e Valor da Vida na TVI, e que se prepara para voltar a ver os seus textos na emissão do canal de Queluz de Baixo.

Ana Varela e Graciano Dias são os protagonistas da próxima história do horário nobre da TVI. A trama principal de Amar Demais vai acompanhar a cruzada de Zeca, um homem que aceita ser condenado por um assassinato que não cometeu para poder salvar a mãe, uma mulher com uma doença grave que exige tratamentos avultados. A promessa não é cumprida e a mãe do protagonista acaba por falecer, dando início a uma história de amor e vingança. 

Ao Fantastic, Maria João Costa revelou que ainda não há uma data para o reinício das filmagens garantindo que «a Plural, como as outras produtoras de TV, estão a analisar os melhores cenários». Nesta que é uma altura diferente para se escrever um texto de novela, a equipa não parou durante a epidemia apesar de agora lidar com um cronograma novo. «A única coisa que difere das anteriores, que é pena, mas não há nada a fazer sobre isso, é que no fundo a novela vai ter de estrear já depois de estar toda escrita e perde-se o feedback do público que é muito importante para a novela. Vamos ter de antecipar essas reações de outra forma, mas pronto estamos todos a escrever com estas condicionantes», lamenta a guionista que avança ainda que os trabalhos vão terminar de acordo com o previsto.

Além da nova trama que ocupa em grelha o espaço que Na Corda Bamba vai deixar vago, Maria João Costa vai ainda assumir a condução de uma outra narrativa. Quando Amar é Pecado vai marcar o regresso da TVI às produções mais curtas. Sobre este projeto que conta com o apoio do Instituto do Cinema e do Audiovisual, a criadora fecha-se em copas avançando apenas que se trata de uma minissérie. António Borges Correia vai assumir a realização e confirmou ao nosso site que «com o confinamento tudo foi adiado».