Header Ads

Billie Eilish faz história na 62ª edição dos Grammy Awards

Foto: grammys

Billie Eilish foi a grande vencedora da 62ª edição dos Grammy Awards, que decorreu na madrugada deste domingo, dia 27 de janeiro, vencendo as quatro principais categorias. 

A cantora levou para casa as estatuetas de Melhor Novo Artista, Melhor Canção do Ano e Gravação do Ano, com "Bad Guy", e Álbum do Ano, com "When We All Fall Asleep, Where Do We Go?", algo que não acontecia desde 1981.

Aos 18 anos, Billie Eilish entra ainda para a história ao vencer o Grammy de Melhor Álbum Pop Vocal "When We All Fall Asleep, Where Do We Go?", tornando-se na mais jovem artista a conquistar o galardão.

Conhece, agora, a lista completa de vencedores nas principais categorias:

Álbum do ano: When We All Fall Asleep Where Do We Go — Billie Eilish

Gravação do ano: Bad Guy — Billie Eilish

Música do ano: Bad Guy — Billie Eilish O’Connell e Finneas O’Connell

Artista revelação: Billie Eilish

Melhor performance pop solo: Truth Hurts — Lizzo

Melhor performance de rap/sung: Higher — DJ Khaled feat Nipsey Hussle & John Legend

Melhor Performance de R&B: Come Home — Anderson .Paak feat André 3000

Melhor Performance de Duo/Grupo Country: Speechless— Dan + Shay

Melhor Performance de R&B tradicional: Jerome — Lizzo

Melhor performance de metal: 7empest — Tool

Melhor álbum vocal de pop: When We All Fall Asleep, Where Do We Go — Billie Eilish

Melhor performance de pop em grupo ou duo: Old Town Road — Lil Nas X e Billy Ray Cyrus

Melhor música de rock: This Land — Gary Clark Jr.

Melhor Performance de Rock: This Land — Gary Clark Jr.

Melhor álbum de R&B: Venture — Anderson .Paak

Melhor Álbum de rap: Igor — Tyler, The Creator

Melhor álbum vocal de pop tradicional: Look Now — Elvis Costello & The Imposters

Melhor álbum de country: While I’m Livin’ — Tanya Tucker

Melhor álbum de rock: Social Cues — Cage The Elephant

Melhor álbum de rock, música urbana e alternativa latina: Rosalia — El Mal Querer

Melhor álbum de música alternativa: Father Of The Bride — Vampire Weekend

Melhor álbum contemporâneo urbano: Cuz I Love You — Lizzo

Sem comentários