Header Ads

Segunda Opinião | "Ver P'ra Crer"


"Ver P'ra Crer" é o formato que marca o regresso de Pedro Fernandes à TVI enquanto anfitrião de um programa. Depois de ter conduzido "Caia Quem Caia" em 2008, o apresentador esteve durante dez anos na RTP, onde conduziu uma série de formatos, que foram do humor aos talent-show, passando ainda pelos concursos. 

Nos últimos anos, "Brainstorm" e "The Big Picture" foram dois dos game-show diários pelos quais Pedro foi responsável. E essa experiência é bem notória no novo concurso das tardes da TVI. Com uma dose certa de humor e um grande à vontade com os concorrentes, Pedro Fernandes encontrou aqui o programa ideal para voltar ao canal de Queluz. 

Neste formato, todos ganham, até o público. E, diariamente, Ana Guiomar e Rita Salema competem uma com outra, como capitãs de equipa, juntando-se a cada uma delas um concorrente anónimo. A escolha das duas caras femininas, cuja experiência é na sua maioria na ficção, parece também ter sido acertada. Ambas trouxeram carisma e boa disposição a um programa que pretende ser isso mesmo, divertido e descontraído. 

Rita Salema - que recentemente pudémos ver em "Prisioneira" e "Inspetor Max" - está, no "Ver P'ra Crer", igual a si mesma. A elegância e descontração tornam a sua postura irresistivelmente engraçada. Já Ana Guiomar, em constante "picardia" com a sua adversária, completa este quadro de competição saudável e cómica. 

O formato do programa é diferente do habitual, não só pela forma como as perguntas são colocadas ou as respostas reveladas, mas também pelo conteúdo das mesmas. Aqui, tudo gira a volta de curiosidades e questões engraçadas, afastando este formato de outros de perguntas de cultura geral mais complicados. No "Ver P'ra Crer", o importante é que todos se divirtam e às vezes é apenas preciso ter sorte para acertar na pergunta. Em termos de produção, o único destaque negativo serão, possivelmente, os grafismos, muito básicos para o formato. Um ponto que talvez pudesse ser melhorado em futuras edições.

As audiências de "Ver P'ra Crer" não têm sido nada famosas e o formato é o terceiro programa mais visto do horário - ficando a milhas da SIC e RTP1. Numa altura em que a TVI tem registado os piores valores dos últimos 20 anos, parece que todos as apostas que estreiam estão, automaticamente condenados ao fracasso. "Ver P'ra Crer" merecia melhores resultados, mas parece que tal não vai acontecer tão rapidamente. Resta à TVI continuar a apostar no formato e esperar que o interesse dos telespectadores mude. Será que vai mesmo acontecer? É caso para dizer: é ver, para crer.


 Segunda Opinião - 149ª Edição 
Uma rubrica em parceria com o

Sem comentários