Header Ads

"A Única Mulher". Espetadores criticam incoerências na história da nova temporada


A terceira temporada de A Única Mulher estreou esta semana, mas o primeiro episódio não agradou a todos os espetadores. No Facebook da telenovela, foram várias as críticas às incoerências na história da nova temporada. 

A gravidez das personagens Luena e Clara é um dos pontos negativos mais referidos. No final da temporada anterior, a personagem Clara (Ana Marta Ferreira) estava grávida de alguns meses. Na história, passa-se um ano e, no início da terceira temporada, o bebé ainda não tinha nascido. Por sua vez, Luena (Rita Pereira), cuja gravidez surge depois, já é mãe do seu bebé.

Também o facto de os filhos de Mara (Ana Sofia Martins) não terem crescido foi criticado. Já a cena em que João (Pedro Laginha) entrou no Hospital da Boa Esperança armado é comparada a Anatomia de Grey, mas é considerada uma "má cópia".


Sem comentários